Jardim Botânico de CuritibaLocaisPontos Turísticos

Jardim Botânico de Curitiba: Um Guia Completo

Jardim Botânico de Curitiba: Um Guia Completo

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza. Inaugurado em 1991, o jardim foi criado à imagem dos jardins franceses e estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada. Com uma área total de 245 mil m², o espaço é conhecido por sua bela estufa e seu jardim geométrico.

Localizado no bairro Jardim Botânico, o Jardim Botânico de Curitiba abriga exemplares vegetais naturais e ornamentais da flora da Mata Atlântica, que cobre a Serra do Mar e a planície litorânea do Paraná. Além disso, a estufa, em estrutura metálica, abriga espécies botânicas que são referência nacional, tornando-se um importante centro de pesquisa e conservação da biodiversidade.

Se você está planejando visitar Curitiba, não deixe de incluir o Jardim Botânico em seu roteiro. Lá, você poderá desfrutar de um passeio tranquilo e contemplativo, admirando a beleza da natureza e aprendendo mais sobre as plantas e árvores que compõem o jardim.

  • O Jardim Botânico de Curitiba é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e abriga exemplares vegetais naturais e ornamentais da flora da Mata Atlântica.
  • A estufa, em estrutura metálica, abriga espécies botânicas que são referência nacional, tornando-se um importante centro de pesquisa e conservação da biodiversidade.
  • O Jardim Botânico de Curitiba é um espaço ideal para quem busca um passeio tranquilo e contemplativo, admirando a beleza da natureza e aprendendo mais sobre as plantas e árvores que compõem o jardim.

História

Fundação

O Jardim Botânico de Curitiba foi fundado em 5 de outubro de 1991, com o objetivo de preservar e divulgar a flora do Paraná e de outras regiões do mundo. O projeto foi idealizado pelo arquiteto Jaime Lerner, que também foi prefeito da cidade na época.

O local escolhido para a construção do Jardim Botânico foi o bairro Jardim Botânico, em uma área de 245 mil m². O projeto arquitetônico da estufa, principal atração do parque, foi inspirado no Palácio de Cristal de Londres e levou três anos para ser concluído.

Desenvolvimento ao Longo dos Anos

Desde a sua fundação, o Jardim Botânico de Curitiba tem sido um dos principais pontos turísticos da cidade e do estado do Paraná. Em 2007, foi eleito como o monumento mais votado em uma eleição para escolha das Sete Maravilhas do Brasil, promovido pelo site Mapa-Mundi.

Ao longo dos anos, o parque passou por diversas reformas e melhorias, como a restauração da escultura Amor Materno, de Zaco Paraná, em comemoração aos 30 anos de existência do Jardim Botânico.

Além disso, o Jardim das Sensações, que estava fechado durante as piores fases da pandemia, foi reaberto para os visitantes. O espaço é uma área do parque que permite que as pessoas experimentem diferentes sensações ao tocar, cheirar e ouvir a natureza.

Atualmente, o Jardim Botânico de Curitiba recebe cerca de 2 milhões de visitantes por ano e é considerado o ponto turístico mais visitado da cidade.

Características Únicas

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos principais pontos turísticos da cidade, e possui diversas características únicas que o tornam um local especial. Nesta seção, explorarei duas das características mais notáveis do Jardim Botânico: a estrutura da estufa e o Jardim das Sensações.

Estrutura da Estufa

A estufa do Jardim Botânico é uma das principais atrações do parque. Com 458 m² de área interna, ela abriga uma grande variedade de espécies vegetais da Mata Atlântica. A estrutura da estufa é inspirada no Palácio de Cristal de Londres, uma construção do século XIX. A estufa é feita de estrutura metálica e vidro, e possui uma cúpula central que é visível de diversos pontos do parque.

A estufa do Jardim Botânico é dividida em três áreas principais: a área central, que abriga as plantas mais altas, a área intermediária, que abriga as plantas de porte médio, e a área inferior, que abriga as plantas mais baixas. Cada uma dessas áreas é climatizada de forma diferente, para garantir que as plantas recebam as condições ideais para o seu desenvolvimento.

Jardim das Sensações

O Jardim das Sensações é uma área do Jardim Botânico que foi criada para estimular os sentidos dos visitantes. O jardim é composto por diversas espécies vegetais que possuem texturas, aromas e cores diferentes, e que podem ser tocadas, cheiradas e observadas de perto pelos visitantes.

O Jardim das Sensações é dividido em diversas áreas, cada uma com uma característica diferente. Na área de plantas aromáticas, por exemplo, os visitantes podem cheirar diversas espécies de ervas e plantas medicinais. Na área de plantas com texturas diferentes, os visitantes podem tocar em plantas com folhas ásperas, macias, espinhosas e peludas.

Além disso, o Jardim das Sensações possui diversas placas informativas em braile, para que pessoas com deficiência visual possam aprender mais sobre as plantas do jardim. O Jardim das Sensações é uma área única do Jardim Botânico, que oferece uma experiência sensorial única para os visitantes.

1 2Página seguinte

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo