Jardim Botânico de Curitiba: Um Guia Completo

Jardim Botânico de Curitiba: Um Guia Completo

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza. Inaugurado em 1991, o jardim foi criado à imagem dos jardins franceses e estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada. Com uma área total de 245 mil m², o espaço é conhecido por sua bela estufa e seu jardim geométrico.

Localizado no bairro Jardim Botânico, o Jardim Botânico de Curitiba abriga exemplares vegetais naturais e ornamentais da flora da Mata Atlântica, que cobre a Serra do Mar e a planície litorânea do Paraná. Além disso, a estufa, em estrutura metálica, abriga espécies botânicas que são referência nacional, tornando-se um importante centro de pesquisa e conservação da biodiversidade.

Se você está planejando visitar Curitiba, não deixe de incluir o Jardim Botânico em seu roteiro. Lá, você poderá desfrutar de um passeio tranquilo e contemplativo, admirando a beleza da natureza e aprendendo mais sobre as plantas e árvores que compõem o jardim.

História

Fundação

O Jardim Botânico de Curitiba foi fundado em 5 de outubro de 1991, com o objetivo de preservar e divulgar a flora do Paraná e de outras regiões do mundo. O projeto foi idealizado pelo arquiteto Jaime Lerner, que também foi prefeito da cidade na época.

O local escolhido para a construção do Jardim Botânico foi o bairro Jardim Botânico, em uma área de 245 mil m². O projeto arquitetônico da estufa, principal atração do parque, foi inspirado no Palácio de Cristal de Londres e levou três anos para ser concluído.

Desenvolvimento ao Longo dos Anos

Desde a sua fundação, o Jardim Botânico de Curitiba tem sido um dos principais pontos turísticos da cidade e do estado do Paraná. Em 2007, foi eleito como o monumento mais votado em uma eleição para escolha das Sete Maravilhas do Brasil, promovido pelo site Mapa-Mundi.

Ao longo dos anos, o parque passou por diversas reformas e melhorias, como a restauração da escultura Amor Materno, de Zaco Paraná, em comemoração aos 30 anos de existência do Jardim Botânico.

Além disso, o Jardim das Sensações, que estava fechado durante as piores fases da pandemia, foi reaberto para os visitantes. O espaço é uma área do parque que permite que as pessoas experimentem diferentes sensações ao tocar, cheirar e ouvir a natureza.

Atualmente, o Jardim Botânico de Curitiba recebe cerca de 2 milhões de visitantes por ano e é considerado o ponto turístico mais visitado da cidade.

Características Únicas

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos principais pontos turísticos da cidade, e possui diversas características únicas que o tornam um local especial. Nesta seção, explorarei duas das características mais notáveis do Jardim Botânico: a estrutura da estufa e o Jardim das Sensações.

Estrutura da Estufa

A estufa do Jardim Botânico é uma das principais atrações do parque. Com 458 m² de área interna, ela abriga uma grande variedade de espécies vegetais da Mata Atlântica. A estrutura da estufa é inspirada no Palácio de Cristal de Londres, uma construção do século XIX. A estufa é feita de estrutura metálica e vidro, e possui uma cúpula central que é visível de diversos pontos do parque.

A estufa do Jardim Botânico é dividida em três áreas principais: a área central, que abriga as plantas mais altas, a área intermediária, que abriga as plantas de porte médio, e a área inferior, que abriga as plantas mais baixas. Cada uma dessas áreas é climatizada de forma diferente, para garantir que as plantas recebam as condições ideais para o seu desenvolvimento.

Jardim das Sensações

O Jardim das Sensações é uma área do Jardim Botânico que foi criada para estimular os sentidos dos visitantes. O jardim é composto por diversas espécies vegetais que possuem texturas, aromas e cores diferentes, e que podem ser tocadas, cheiradas e observadas de perto pelos visitantes.

O Jardim das Sensações é dividido em diversas áreas, cada uma com uma característica diferente. Na área de plantas aromáticas, por exemplo, os visitantes podem cheirar diversas espécies de ervas e plantas medicinais. Na área de plantas com texturas diferentes, os visitantes podem tocar em plantas com folhas ásperas, macias, espinhosas e peludas.

Além disso, o Jardim das Sensações possui diversas placas informativas em braile, para que pessoas com deficiência visual possam aprender mais sobre as plantas do jardim. O Jardim das Sensações é uma área única do Jardim Botânico, que oferece uma experiência sensorial única para os visitantes.

Flora e Fauna

O Jardim Botânico de Curitiba é um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza. Com uma grande variedade de espécies nativas e exóticas, o jardim é um lugar perfeito para quem deseja conhecer mais sobre a flora e fauna da região.

Espécies Nativas

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos poucos lugares onde é possível encontrar uma grande quantidade de espécies nativas da Mata Atlântica. Entre as espécies mais comuns, podemos destacar o pau-brasil, a canela-sassafrás, a araucária e o ipê-amarelo.

Além disso, o jardim também abriga uma grande variedade de plantas medicinais, como a erva-mate, a carqueja e a camomila.

Espécies Exóticas

Além das espécies nativas, o Jardim Botânico de Curitiba também abriga uma grande quantidade de espécies exóticas. Entre elas, podemos destacar o bambu, o pinheiro-de-buda, o jacarandá-mimoso e o pau-ferro.

Além disso, o jardim também é um ótimo lugar para observar diferentes tipos de aves, como o bem-te-vi, o joão-de-barro e o sabiá-laranjeira. Também é possível encontrar pequenos mamíferos, como preás, tatus e gambás.

Em resumo, o Jardim Botânico de Curitiba é um lugar incrível para quem deseja conhecer mais sobre a flora e fauna da região. Com uma grande variedade de espécies nativas e exóticas, o jardim é um verdadeiro tesouro para os amantes da natureza.

Atrações e Atividades

O Jardim Botânico de Curitiba é um dos principais pontos turísticos da cidade e oferece uma variedade de atrações e atividades para todos os visitantes. Abaixo estão algumas das principais atrações e atividades que você pode desfrutar durante sua visita.

Eventos Culturais

O Jardim Botânico de Curitiba é um lugar popular para eventos culturais, como concertos, apresentações teatrais e exposições de arte. O Espaço Cultural Frans Krajcberg é um local de exposição permanente que abriga obras do artista polonês-brasileiro Frans Krajcberg, que lutou pela preservação da natureza.

Durante o ano, o Jardim Botânico também oferece uma série de eventos sazonais, como o Festival de Inverno, que apresenta música, dança e teatro ao ar livre.

Atividades Educativas

O Jardim Botânico de Curitiba é um ótimo lugar para aprender sobre a flora e a fauna da região. O Museu Botânico, localizado dentro do Jardim Botânico, possui uma coleção de mais de 300.000 espécimes de plantas e fungos, bem como exposições interativas que explicam a história e a importância da botânica.

Outra atividade educativa popular é a visitação sensorial, que permite aos visitantes experimentar o jardim usando seus cinco sentidos. Ao longo do percurso, os visitantes podem tocar, cheirar e até provar algumas das plantas do jardim.

Além disso, o Jardim Botânico oferece programas educacionais para crianças e adultos, incluindo visitas guiadas, oficinas de arte e jardinagem, e palestras sobre temas relacionados à botânica e ecologia.

Visitar o Jardim Botânico de Curitiba é uma experiência única e enriquecedora para todos os amantes da natureza e da cultura.

Informações Práticas

Como visitante do Jardim Botânico de Curitiba, é importante estar ciente das informações práticas para aproveitar ao máximo a sua visita. Nesta seção, fornecerei detalhes sobre o horário de funcionamento e acessibilidade do local.

Horário de Funcionamento

O Jardim Botânico de Curitiba está aberto todos os dias da semana, incluindo feriados, das 6h às 20h. É importante lembrar que a entrada é permitida apenas até as 19h30, então certifique-se de chegar com tempo suficiente para explorar o local.

Acessibilidade

O Jardim Botânico de Curitiba está comprometido em fornecer acesso a todos os visitantes, independentemente de suas necessidades. O local é acessível para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida, com rampas e elevadores disponíveis. Além disso, há vagas reservadas para estacionamento de veículos com adesivos de identificação de pessoas com deficiência.

Para tornar a visita ainda mais agradável, o local oferece empréstimo gratuito de cadeiras de rodas e carrinhos de bebê, sujeito à disponibilidade. Os visitantes também podem solicitar um mapa tátil para auxiliar na navegação pelo jardim.

É importante ressaltar que animais de estimação não são permitidos no local, exceto cães-guia que auxiliam pessoas com deficiência visual.

Com estas informações práticas, tenho certeza que você terá uma visita agradável e proveitosa ao Jardim Botânico de Curitiba.

Veja também Chapada dos Veadeiros: Um tesouro brasileiro

Exit mobile version